Vannevar Bush e as matrizes discursivas de As we may think: por uma possível história da Ciência da Informação

Ana Luiza Medeiros, Nadia Vanti

Resumo


Analisa as matrizes discursivas do cientista estadunidense Vannevar Bush cristalizadas através do artigo, As We May Think - Como podemos pensar -, considerado uma importante rede enunciativa da ideologia científica para um novo campo do saber, a Ciência da Informação. Apóia-se no referencial teórico-metodológico proposto pelo filósofo Michel Foucault, com vistas a aplicar a esta análise o método de investigação arqueológica, apropriado para os estudos epistemológicos das ciências. Constata, através da análise discursiva, que o artigo enquanto enunciado constitui a representação de uma episteme própria de um momento histórico, em que se encontra o nascimento dos discursos da nova ciência.

Palavras-chave


Epistemologia da Ciência da Informação; História da Ciência da Informação

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783