Brazilian Neuroscience research areas: a bibliometric analysis from 2006 to 2013

Natascha Helena Franz Hoppen, Cláudia Daniele de Souza, Daniela De Filippo, Samile Andréa de Souza Vanz, Elías Sanz-Casado

Resumo


Utiliza-se bibliometria para analisar as áreas que compõem a pesquisa em Neurociências brasileira, a evolução anual da especialização e a relação entre categorias científicas e produtividade dos autores através de 9655 artigos publicados na Web of Science entre 2006 e 2013. Identifica 71 áreas componentes da transdisciplinaridade da Brazilian Neurosciences Scientific Output e divisão entre pesquisa básica/experimental e pesquisa clínica, sendo as três áreas mais importantes a Neurosciences (maior frequência e coocorrência, principalmente com disciplinas “experimentais”), a Psychiatry (presente nos três primeiros anos da pesquisa) e Clinical Neurology (ligada, assim como Psychiatry, a outras disciplinas clínicas), além da importância das disciplinas voltadas aos estudos do comportamento. 92 clusteres de autores foram identificados, com notáveis diferenças entre os hábitos de publicação dos autores mais e menos produtivos. Os pesquisadores se especializam em determinadas temáticas e há maior número de grupos envolvido com pesquisa nas disciplinas de Psicologia, de Psiquiatria e Occupational Health


Palavras-chave


Neurociências; Indicadores Bibliométricos; Indicadores de Produção Científica; Brasil




Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783