Ações de inclusão digital nas instituições penitenciárias do Brasil e Espanha: um estudo comparado

Julio Afonso Sá de Pinho Neto

Resumo


Esta comunicação apresenta os resultados de pesquisa que teve como objetivo analisar a experiência do Brasil e da Espanha, no que se refere ao desenvolvimento de projetos de inclusão digital para presidiários. A investigação realizou-se a partir de um estudo de caso comparativo entre um projeto de inclusão digital desenvolvido na Penitenciária Lemos de Brito em Salvador (BA) e outro no Centro Penitenciário de Córdoba (Espanha). Os dados foram analisados e interpretados por meio do método da análise de conteúdo, com o estabelecimento de categorias após a coleta de dados. Como resultado, percebeu-se que os dois projetos estão fundamentados em princípios que privilegiam a educação para a cidadania como finalidade primordial do trabalho de inclusão digital, contudo, não existem, tanto no Brasil como na Espanha, políticas públicas consolidadas nessa área tendo a conquista da cidadania como premissa maior. A realidade brasileira apresenta, ainda, problemas e desafios decorrentes da grave crise vivida pelo sistema prisional que inviabilizam a plena consecução dos objetivos do projeto de inclusão digital analisado.

Palavras-chave


Inclusão digital. Inclusão social. Sistema prisional. Políticas públicas.

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783