MONITORAÇÃO AMBIENTAL EM EMPRESAS INCUBADAS E GRADUADAS: influências das atividades e do estágio de evolução das firmas

Luiz Fernando de Barros Campos, Ricardo Rodrigues Barbosa

Resumo


A monitoração ambiental (MA) é definida como a aquisição e o uso de informação sobre o ambiente externo que pode auxiliar a tomada de decisão a respeito dos futuros cursos de ação da organização. Este artigo apresenta parte dos resultados de uma pesquisa conduzida em todo o país com 340 empreendedores de empresas incubadas e graduadas. Procurou-se investigar se os empreendedores percebem o ambiente e as fontes de informação de forma diversificada e monitoram mais o ambiente em função de suas atividades (tecnológica ou não) e do estágio de evolução de suas empresas (incubadas ou não). Apurou-se que os empreendedores de base tecnológica concentram-se em eventos e tendências ambientais mais relacionados à sua atividade, em comparação com aqueles de base não tecnológica, que valorizam mais os aspectos ambientais gerais. De modo global, os empreendedores, ao sair da fase de incubação, tendem a monitorar o ambiente de negócios mais intensamente. Enquanto incubados, os empreendedores consideram mais fácil o contato inicial com as fontes de informação pessoais e externas e julgam as informações provenientes dessas fontes mais relevantes, o que foi creditado à atuação das incubadoras e à formação de redes sociais e informais de aprendizagem. As implicações acadêmicas e gerenciais dos resultados são discutidas e apontam-se oportunidades para futuros trabalhos.

Palavras-chave


Monitoração ambiental; Inteligência empresarial; Busca de informação; Fontes de informação; Gestão da informação; Planejamento estratégico

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783