A Ciência da Informação e o pensamento de Bruno Latour: implicações para a análise de redes sociais

André Luiz Dias de França, Júlio Afonso Sá de Pinho Neto, Guilherme Ataíde Dias

Resumo


Trata-se de um trabalho realizado resultante da discussão entre um então mestrando e dois docentes doutores do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba. Nesse âmbito, analisou-se que contribuições a Teoria Ator-Rede, defendida por Bruno Latour e John Law, pode trazer, através de um diálogo com a Ciência da Informação, em particular, a abordagem metodológica de Análise de Redes Sociais. Por meio de análise bibliográfica das obras dos autores da referida teoria, foram observados três aspectos em comum mantidos com a Ciência da Informação: os conceitos de modernidade e pós-modernidade, a noção de informação e a perspectiva social de atores de uma rede. Assim, o estudo fez parte da revisão bibliografia em que se buscou analisar o fluxo de informações no Sistema Nacional de Transplantes no Brasil e que resultou em uma dissertação de mestrado intitulada: A Estrutura do Fluxo Informacional do Sistema Nacional de Transplantes: uma investigação sob a óptica da análise de redes sociais.

Palavras-chave


Ciência da Informação; Redes Sociais; Análise de Redes Sociais; Teoria Ator-Rede; Bruno Latour

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783