Rede social de coautoria em Ciência da Informação: estudo sobre a área temática de "Organização e Representação do Conhecimento"

Alzira Karla Araújo da Silva, Ricardo Rodrigues Barbosa, Emeide Nóbrega Duarte

Resumo


Analisa a dinâmica das redes sociais de coautoria no campo da ciência da informação no Brasil. O Grupo de Trabalho (GT2) “Organização e representação do conhecimento”, do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB), foi caracterizado quanto à produção, ao vínculo institucional, à região geográfica, aos atores mais produtivos e às redes de coautoria. Os dados evidenciam que, no período de 1994 a 2011, foram apresentados, nesse GT, 294 trabalhos, de 297 atores, afiliados a 60 instituições. Deste conjunto, 25 constituíram os atores mais produtivos, responsáveis pela produção significativa dos trabalhos, a maioria dos quais foi elaborada em regime de coautoria. Os vínculos desses atores concentram-se na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), na Universidade de São Paulo (USP) e no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

Palavras-chave


Ciência da Informação. Redes de coautoria. Redes sociais. Produção científica.

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783