A importância da mediação para a construção de uma autonomia no contexto dos usuários da informação

Jonathas Luiz Carvalho Silva, Henriette Ferreira Gomes

Resumo


Analisa as concepções de autonomia/heteronomia no seio da Filosofia e da Educação. Apresenta como condição problematizadora as seguintes perguntas: Como a mediação da informação pode contribuir para se pensar uma autonomia por parte dos usuários da informação? Como podemos relacionar as percepções teóricas de alguns estudiosos sobre autonomia/heteronomia, tais como Kant, Piaget. Vygotsky e Paulo Freire aos processos de mediação da informação? Tem como objetivo geral discutir sobre as percepções de autonomia/heteronomia no âmbito da Filosofia e Educação, com vistas a sua aplicação no contexto da mediação da informação, visando atentar para uma autonomia dos usuários da informação e como objetivos específicos: a) Refletir sobre percepções teóricas de autonomia/heteronomia em Kant e Piaget; b) Analisar as concepções de autonomia em Vygotsky e Paulo Freire; e c) Identificar e avaliar possibilidades de aplicação da mediação da informação como construto para uma autonomia dos usuários da informação. A metodologia consta de uma pesquisa de nível exploratório com delineamento bibliográfico. Conclui que a concepção de autonomia/heteronomia é relevante para aplicação no contexto da mediação da informação, com vistas a construção de uma autonomia relativa a apropriação da informação pelo usuário de forma dialógica, sócio-histórica e emancipadora.

Palavras-chave


Autonomia. Heteronomia. Mediação. Usuários da informação. Apropriação da informação.

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783