Redes de conhecimento em artigos de comunicação científica: estudo baseado em citações bibliográficas de artigos de periódicos na área de Ciência da Informação no Brasil

Edna Lúcia da Silva, Liliane Vieira Pinheiro, Frederico Maragno Reinheimer

Resumo


Pesquisa que assumiu como pressuposto que os artigos publicados em periódicos representam a ciência publicada em determinada área do conhecimento e que as citações e cocitações fornecem indícios das relações estabelecidas entre os pesquisadores, permitindo o mapeamento de uma rede cognitiva. Esta pesquisa busca, com base na análise dos artigos e das citações existentes nos artigos referentes à comunicação científica publicados nas principais revistas de ciência da informação do Brasil, mapear e refletir a respeito do desenvolvimento da pesquisa nessa temática no país. Com a presente pesquisa, foi possível concluir que os autores mais influentes na temática são estudiosos da Comunicação Científica, tendo mais destaque Meadows e Mueller. Há uma grande incidência de autores nacionais entre os mais influentes denotando o crescimento e consolidação na temática no Brasil. As influências teóricas na Comunicação Científica no Brasil advêm de trabalhos da própria temática e também da filosofia e história da ciência. Isto demonstra que a Comunicação Científica brasileira possui um corpus de trabalhos e pesquisas significativos que são citados nos trabalhos produzidos. A rede formada é altamente conectada não apresentando a formação de comunidades isoladas. Entretanto, observa-se a aglutinação de alguns trabalhos e autores ao redor dos autores mais influentes. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que a temática Comunicação Científica no Brasil é desenvolvida, principalmente, por instituições de ensino com grupos de pesquisa e/ou programas de pós-graduação que possuem uma linha de pesquisa em consonância com a temática estudada; está ligada a um grupo de pesquisadores – autores dos artigos científicos e também autores citados – que atua em universidades e desenvolve estudos na temática, possibilitando afirmar que este grupo influencia e fomenta a Comunicação Científica no Brasil. De posse dos resultados da pesquisa, pode-se afirmar que as técnicas bibliométricas de análise de citação e cocitação mostraram-se adequadas para revelar padrões e elementos chaves da produção em comunicação científica publicadas nos artigos de periódicos das revistas de Ciência da Informação do Brasil. Cabe lembrar que os resultados de uma pesquisa são condicionados aos pressupostos teóricos da pesquisa, à amostra selecionada para análise e mostram a realidade como uma fotografia de um dado momento dessa produção e dentro dos limites estabelecidos nos objetivos propostos pela pesquisa.

Palavras-chave


Comunicação Científica. Ciência da Informação. Bibliometria. Estudos de Citação. Brasil.

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783