Periódicos científicos brasileiros indexados na Web of Science e Scopus: estrutura editorial e elementos básicos

Rosangela Schwarz Rodrigues, Emanoel Quartiero, Patricia Neubert

Resumo


A pesquisa investigou os periódicos científicos brasileiros e sua estrutura editorial, por meio dos títulos indexados na Web of Science - WoS e Scopus. Desse modo, objetivou-se a) atualizar a lista de periódicos brasileiros indexados nessas bases; b) caracterizar os elementos essenciais das revistas: área do conhecimento, entidades editoras, software utilizado, número de fascículos anual e tipo de acesso; e c) identificar a estrutura editorial registrada nas páginas web dos títulos. O instrumento empregado para coleta de dados foi a ficha documental e a forma de obtenção se deu pela consulta às páginas das revistas e do diretório Ulrichs Web. A atualização da lista de periódicos indexados compôe o corpus de pesquisa, formado por 314 revistas. Entre os resultados e conclusões obtidos está a confirmação de que as áreas do conhecimento com maior número de títulos são Medicina (23,5%), Ciências Agrárias e Biológicas (19,4%), e Ciências Sociais (11,4%), e que é a condição de acesso aberto é comum a 99% das revistas. Quanto à composição editorial, percebeu-se que as revistas são formadas por grandes quantidades de integrantes no corpo editorial e por pequenos números de profissionais inseridos na equipe técnica. Destaca-se que a identificação desses últimos conjuntos foi dificultada pela falta de padronização existente nas páginas dos periódicos.

Palavras-chave


comunicação científica; periódicos científicos brasileiros; estrutura editorial.

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783